Há vida após o parto?

05/07/2018

 

Um escritor húngaro explicou a existência do Deus invisível com uma ótima analogia:

No ventre de uma mãe havia dois bebês. Um perguntou ao outro: “Você acredita em vida após o parto?”

O outro respondeu: “É claro. Tem que haver algo após o parto. Talvez nós estamos aqui para nos preparar para o que virá mais tarde.”

“Bobagem”, disse o primeiro.
 

“Não há vida após o parto. Que tipo de vida seria essa?”

O segundo disse, “Eu não sei, mas haverá mais luz do que aqui. Talvez vamos poder andar com as nossas pernas e comer com nossas bocas. Talvez teremos outros sentidos que não podemos entender agora.”

O primeiro respondeu: “Isso é um absurdo. Andar é impossível. E comer com a boca? Ridículo! O cordão umbilical nos fornece nutrição e tudo o que precisamos. Mas o cordão umbilical é muito curto. A vida após o parto logicamente está fora de questão.”

O segundo insistiu, “Bem, eu acho que há alguma coisa, e talvez seja diferente do que é aqui. Talvez a gente não vai precisar mais deste tubo físico.”

O primeiro respondeu: “Bobagem. E além disso, se há mesmo vida após o parto, então por que ninguém jamais voltou de lá? O parto é o fim da vida, e no pós-parto não há nada além de escuridão e silêncio e esquecimento. Ele não nos leva a lugar nenhum.”

“Bem, eu não sei”, disse o segundo, “mas certamente vamos encontrar a Mãe e ela vai cuidar de nós.”

O primeiro respondeu: “Mãe? Você realmente acredita em Mãe? Isso é ridículo. Se a Mãe existe, então onde ela está agora?”

O segundo disse: “Ela está ao nosso redor. Estamos cercados por ela. Nós somos dela. É nela que vivemos. Sem ela este mundo não seria e não poderia existir.”

Disse o primeiro: “Bem, eu não posso vê-la, então é lógico que ela não existe.”

Ao que o segundo respondeu: “Às vezes, quando você está em silêncio, se você se concentrar e realmente ouvir, você pode perceber a presença dela, e pode ouvir sua voz amorosa, lá de cima.”

* * *

Na era dos avanços tecnológicos é difícil nos imaginarmos vivendo em uma época do passado, em que as pessoas não tinham meios tão eficazes, como os nossos, para se comunicar. Como viver sem rádio, TV, telefone, Internet, celular? Hoje, já nos habituamos com a praticidade desses meios de comunicação, e não nos vemos sem eles!

Fazemos muitos cursos para aprender a nos comunicar melhor, e isso é muito bom. Também temos experimentado a importância do dialogar. Como é de suma importância vivermos a partilha em nossos relacionamentos, com os nossos amigos e com aqueles com os quais convivemos.

Mas, quero falar de uma virtude rara em nosso mundo atual: o silêncio. Todos somos chamados a uma mudança de vida, a uma conversão, para que Jesus renasça em um novo coração. É tempo de nos encontrarmos com Deus, para identificarmos o que vivemos até agora, e colhermos as direções que Ele nos dá daqui para frente. E para estarmos a sós com o Senhor, necessitamos de silêncio.

Madre Teresa de Calcutá nos ensina: “Precisamos encontrar Deus, e não podemos fazê-lo com barulho e desassossego. Deus é amigo do silêncio. Veja como a natureza – árvores, flores, grama – crescem no silêncio; veja as estrelas, a lua e o sol, como se movem em silêncio… Precisamos de silêncio para sermos capazes de tocar almas.”

Tenho percebido que silenciar é uma arte, especialmente, para aqueles que têm temperamento sangüíneo, que gostam de falar e de fazer amizades, assim como para os que têm temperamento colérico, e que são explosivos e extrovertidos.

Que o Espírito Santo, o Transformador, nos dê a graça da conversão, da mudança de vida e, acima de tudo, a de aprender a silenciar.

 

» Adaptação do artigo de Marina Adamo | Missionária e escritora

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Posts Recentes

February 8, 2019

January 30, 2019

December 11, 2018

December 4, 2018

November 20, 2018

October 30, 2018

October 26, 2018

October 17, 2018

October 10, 2018

October 3, 2018

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
resgatados por cristo
unidos pelo amor
edificados pela palavra

(47) 3028-7193

secretaria@resgatte.org

Rua Afonso Pena, 572

Bucarein, Joinville, 89202-430

  • White Instagram Icon
  • White YouTube Icon
  • White Facebook Icon

@2017 - Igreja Cristã Bíblica Resgatte