Acima das nuvens



No último final de semana tive o grande privilégio de viajar de avião. Dentre minhas poucas viagens anteriores, pela primeira vez o tempo estava instável e o céu completamente nublado. Experimentei uma nova sensação de atravessar as densas nuvens e as instabilidades meteorológicas até chegar a um glorioso horizonte azul. Enquanto sobrevoava as nuvens admirado com a beleza do céu e a grandeza do Criador, comecei a refletir como aquela situação se parecia com nossa caminhada na fé. Lembrei-me de algumas passagens bíblicas que falam sobre fé e a capacidade de não nos abalarmos com as circunstâncias dessa vida passageira e olharmos acima das nuvens, aonde temos a esperança da glória de Deus (segue algumas: Hc 2.4, 3.17-19; Rm 5.1-6, 8.18; 2 Cor 4.17-19; Hb 11).


Durante esta vida terrena, mesmo sendo justificados pela fé em Cristo, desfrutando da comunhão com o Pai através do Espírito Santo, sendo transformados diariamente, sendo guiados a viver o melhor que poderíamos viver, estaremos sujeitos às intempéries da vida. Teremos aflições conforme alertado por Jesus, as circunstâncias poderão ser adversas, sofreremos perdas nos diversos sentidos, passaremos por provas e tribulações que nos fazem perseverar e amadurecer.


Porém, ainda que fisicamente continuaremos a enfrentar as turbulências dessa vida, pela fé em Jesus Cristo, confiando nEle e em sua obra na cruz, podemos atravessar as nuvens e viver a plena estabilidade, a segura esperança em que hoje já podemos desfrutar da convicção, da absoluta certeza da glória que nos será revelada em breve e eternamente. Ainda que nossos olhos naturais veja o caos, pela fé fitamos os olhos em Cristo e em sua Glória. Ainda que nosso corpo passe por uma pane, nosso espírito permanece inabalável. Que maravilhosa paz nos dá essa esperança convicta! Que glória é saber que não importa o que estamos passando, pela fé desfrutamos da alegria da salvação, da comunhão com Deus e Ele faz-nos "ver a vereda da vida; na tua presença há abundância de alegrias; à tua mão direita há delícias perpetuamente." (Salmos 16.11).

#amor #cruz #nuvem #céu

Posts Recentes
Arquivo