Coisas ruins acontecem!



Por que coisas ruins acontecem a pessoas boas?

Esta pergunta tem sido recorrente no mundo já a muito tempo.

A questão relevante é, porque não?


Afinal quais são os critérios que definimos, para nos eleger como boas pessoas?

Por que acabamos acreditando que merecemos mais do que qualquer outra criatura de Deus?


Uma vez que as Escrituras nos dizem:

E ele disse-lhe: Por que me chamas bom? Não há bom senão um só, que é Deus... Mt 19:17


Ao contrário do que imaginamos, ou de como gostaríamos que fossem as coisas, nunca foi nos prometido que não haveríamos de passar por momentos difíceis e dolorosos.

O que foi prometido é que não passaríamos por nenhuma situação da qual não pudéssemos suportar. E mais ainda, que não estaríamos solitários em “nenhum” momento, pois Ele estaria conosco até a consumação dos séculos.


Evidentemente que a maioria quase que absoluta, só lembra que Ele está conosco todos os dias, exatamente nos dias difíceis, e acaba por esquecer dEle em todos os outros dias, e, grifo meu, o principal esquecimento acaba por ser nos dias bons e agradáveis.


E pasmem, se pensarmos a respeito, a esmagadora maioria das pessoas, tem em sua vida predomínio de dias bons. E nem por isso agradecem e honram ao Senhor, “o Eterno”, nestes dias aprazíveis, tanto quanto clamam e reclamam nos dias maus.


Deus sempre soube o que estava fazendo. Ele decidiu, desde o princípio, moldar a vida daqueles que O amam pelos mesmos padrões da vida do Filho. Pois o Filho é o primeiro da fila, na humanidade que ele restaurou. Nele, vemos a vida humana em sua forma original. Depois de decidir como seus filhos deveriam ser, Deus continuou convidando as pessoas, chamando-as pelo nome. Em seguida, ele as firmou numa sólida base, nele mesmo. Após ter feito tudo isso, ele permanece com essas pessoas até o fim, concluindo gloriosamente o que havia iniciado. (Bíblia A mensagem) - Rm 8:29


Realmente eu não consigo explicar porque, um pai tem que ver a vida se esvair de sua única filha de 11 anos, afetada por uma rara e muito dolorosa, enquanto tudo o que ele desejaria era dar a ela como presente no dia do aniversário, a saúde para que ela tenha muitos mais dias de vida. Mas o fato é que não aconteceu.

Ou ainda, porque uma família perde o pai, enquanto os filhos ainda são apenas crianças dependentes totalmente de sua instrução, amor, sendo ele o único provedor, deixando aos nossos olhos, a família desamparada e desprotegida.


Paul W. Powell, pensador cristão, disse, certa vez, que "o tormento não é um penetra na arena de nossa vida; ele tem assento reservado nela".1? Penso, fundamentado em muitos anos de experiência pessoal, que Powell está certo!

Mas o que é um acontecimento ruim? E como podemos afirmar que estes eventos, são realmente prejudiciais, se não sabemos o futuro, e nem ao menos se querer temos controle sobre nosso propria historia?

Não olhamos, nem podemos olhar para a historia da humanidade, sem ter o olhar do Arquiteto do Universo. Arquiteto este, que por mais que tenha planejado tudo de forma perfeita, não negou seu único e perfeito filho, afim de corrigir o rumo que a própria criatura decidiu tomar, que se afasta cada vez mais do seu amor incondicional.

O fato é que a maioria das pessoas apenas nota acontecimentos ruins, quando acontecem com elas

E não conseguimos observar que a cura para a humanidade, está baseado no amor. No Amor exemplar e incondicional de Deus Pai e de Jesus Cristo, o filho.

A Cura acontece quando eu decido amar mais ao meu próximo, do que a mim mesmo.

Acontece quando eu entendo a verdade sobre a mensagem da cruz, e por propria vontade decido tomar (entenda-se ir para) a minha cruz. Me doar em favor de meu semelhante irmão, porque não sou mais eu quem vivo. E portanto minha natureza agora é a natureza daquEle que me formou.


Das muitas vezes em pedimos um milagre para Deus (evidentemente subtraindo aquilo que está fora de nosso alcance), quantas vezes fomos o milagre para alguém?

Em vez de pedir um milagre, em muitas situações podemos ser o milagre.


Milagres acontecem todos os dias:

- Uma criança que nasce;

- Um a mãe que acorda todos os dias mais cedo do que todos, apenas para servir a família;

- Um pai que decidiu mortificar os desejos e sonhos, porque quer ver sua familia feliz;

- Um ouvido pronto a escutar ou abraço afetuoso em alguém.


São pequenos exemplos de milagres que nos rodeiam, e nem ao menos percebemos, ou agradecemos.


Meu convite para você, caro leitor, é que creia por meio da fé nos propósitos de Deus, a despeito daquilo não temos controle.

Sabendo que o amor de deus é incondicional, mesmo eu não conseguido compreender.

E que se obedecer, com os olhos fitos na eternidade, me tornando cada dia mais semelhante a Jesus Cristo, filho de nosso Deus, as coisas cada vez menos nos afetaram, por causa da perspectiva que temos de Eternidade.

E então seremos verdadeiramente feliz e plenos, porque nos tornaremos em essência a expressão do amor de Deus, servido uns aos outros e assim anunciando ao mundo que Jesus Cristo é o filho de Deus enviado ao mundo para reconciliar o homem com Deus.

#amor #cruz #Jesus

Posts Recentes