Liberdade! Para quê?

21/03/2018

As escrituras nos ensinam:
“Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm. Todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma.” (1Co 6:12).

 

“Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm; todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas edificam.” (1Co 10:23).

Verifique que o apóstolo Paulo ocupa-se em pontuar a questão de ser dominado pelas coisas, com também que nem todas as coisas edificam. 
Num mundo que cada vez mais se apresenta dominado por enganos e pelo enganador, a tônica mais usada pela sociedade diz respeito a “ser livre”.
No Evangelho de João no capítulo 8 e versículo 36, está escrito:

“Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.”

Mas o que de fato representa ser livre, uma vez que está palavra tão pequena, mas de grande significado tem perdido o seu real valor frente às imposições de uma sociedade que entende por livre, mas que a cada dia se distancia da verdadeira liberdade?
E o que o mundo dito “evangélico” entende por ser livre?
Será que somos livres apenas para cantar canções que falam de liberdade, ou fazer tudo aquilo que vemos e ouvimos, a despeito de estar em acordo com as Escrituras ou não?
Em todo canto ouvimos falar de novidades, estilos e apresentações gospel, que pouquíssimo ou nada tem a ver com o Evangelho de Jesus Cristo. Mas que em nome da liberdade, tem denegrido e constrangido à verdadeira Igreja, levando muitos que no anseio de satisfazer-se de forma egocêntrica, entregam-se aos maiores devaneios imagináveis.
Gosto da afirmativa de Mario Sergio Cortella referindo-se ao tema como sendo “Ética” (conjunto de regras e preceitos de ordem valorativa e moral de um indivíduo, de um grupo social ou de uma sociedade):
“Ética é o conjunto de valores e princípios que nós usamos para decidir as três grandes questões da vida: Quero?, Devo?, Posso?
"Tem coisa que eu quero mas não devo, tem coisa que eu devo mas não posso e tem coisa que eu posso mas não quero."

Pablo Neruda afirma que “Você é livre para fazer suas escolhas, mas é prisioneiro das consequências.”

    Particularmente acredito que a verdadeira liberdade, esta concedida por Jesus Cristo, consiste em dizer “Não”.
 - Não às tentativas do mundo em apresentar o pecado de forma prazerosa, mas que tem consequências nefastas.
 - Não às armadilhas de Satanás, que tenta nos cegar com a cobiça, o orgulho e o egoísmo.
 - Não àquele que vejo refletido no espelho todos os dias, sabendo que o coração é enganoso, e que a maior batalha a ser vencida é contra o próprio “eu”. Afinal foi o próprio Jesus quem disse:
“Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo... Mt 16:24.

E você? És verdadeiramente livre?

Joelson Jones Borges - pastor

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Posts Recentes

February 8, 2019

January 30, 2019

December 11, 2018

December 4, 2018

November 20, 2018

October 30, 2018

October 26, 2018

October 17, 2018

October 10, 2018

October 3, 2018

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
resgatados por cristo
unidos pelo amor
edificados pela palavra

(47) 3028-7193

secretaria@resgatte.org

Rua Afonso Pena, 572

Bucarein, Joinville, 89202-430

  • White Instagram Icon
  • White YouTube Icon
  • White Facebook Icon

@2017 - Igreja Cristã Bíblica Resgatte